Toxoplasmose: Sabe o que é?

A toxoplasmose congénita é uma doença infecciosacausada por um parasita denominado toxoplasma gondii. Esta infeção tanto pode não apresentar qualquer sintoma como pode originar uma doença grave ou até mortal.

Nos países ocidentais o número de casos tem vindo a diminuir, mas a doença provocada pelo parasita ainda afeta entre um a oito recém-nascidos em cada mil.

As grávidas e os recém-nascidos são os grandes grupos de risco.

Em pessoas saudáveis a toxoplasmose não apresenta sintomas, uma vez que o sistema imunitário evita a propagação da doença. Caso exista algum sintoma, será apenas ligeiro, assemelhando-se a uma gripe com duração de algumas semanas.

Quais são as formas de contágio?

Apesar de ainda haver a tendência de pensar na toxoplasmose como uma doença só transmitida por gatos, a verdade é que há muitos outros fatores de contaminação:

  • Através da alimentação: carne crua ou mal cozinhada; preparar carne crua e não lavar as mãos cuidadosamente de seguida; beber água canalizada.
  • Contacto com gatos: estes animais podem ser responsáveis pela transmissão de toxoplasmose, uma vez que têm o hábito de caçar e comer carne crua.
  • De mãe para filho: se uma grávida contrair toxoplasmose, apesar de poder não apresentar sintomas, as consequências para o feto podem ser muito graves, podendo inclusive provocar aborto espontâneo.
  • Outros casos: embora sejam situações muito menos frequentes, é também possível contrair toxoplasmose num transplante de órgão ou numa transfusão de sangue.

Como evitar a contaminação?

Para evitar uma situação de contágio, é muito importante seguir determinados passos, especialmente se estiver grávida:

  • Lavar muito bem as mãos depois de mexer em carne crua ou em alimentos que estiveram em contacto com a terra (exs.: legumes crus, saladas) e que não passaram por um controlo apertado de higiene;
  • Evitar beber água canalizada - por segurança, é preferível beber água tratada (engarrafada ou filtrada);
  • Evitar contacto com animais portadores de toxoplasmose. Se estiver grávida e tiver um gato em casa, é importante ter alguns cuidados: não limpar a caixa de areia porque as fezes podem conter toxoplasmose; se tiver de o fazer, utilize luvas e lave muito bem as mãos; não traga um gato novo para casa enquanto estiver grávida; faça exames ao seu animal para se assegurar que não é transportador da doença.

Sabia que...

Para os gatos transmitirem toxoplasmose, devem estar infetados. Se o gato fica no interior da habitação e não tem o hábito de caçar, é pouco provável que esteja infetado. Mas basta um simples teste ao sangue para tirar todas as dúvidas.