StorySign: a nova aplicação da Huawei traduz histórias infantis em língua gestual

06-12-2018

A marca chinesa desenvolveu a app com a ajuda da inteligência artificial para ajudar crianças surdas a aprender a ler.

Existem cerca de 32 milhões de crianças surdas no mundo e a grande maioria tem muitas dificuldades em aprender a ler. 

Foi para tornar a magia do Natal acessível a todas as crianças que nasceu a StorySign, a nova aplicação criada pela Huawei com a ajuda de associações como a União Europeia de Surdos. O principal objetivo desta ideia inovadora é construir um mundo onde as histórias dos livros infantis são traduzidas para língua gestual, ensinando as crianças surdas a fazerem a ligação entre palavras e gestos. 

Como funciona esta app 

Primeiro, a criança abre a aplicação e escolhe um dos livros da biblioteca da StorySign. De seguida, aponta a câmara do telemóvel para o livro até ela focar as palavras da página. Através do reconhecimento de imagem e de caracteres, otimizado pela inteligência artificial desenvolvida pela Huawei, a aplicação reconhece imediatamente as palavras e a Star começa a interpretar em língua gestual de cada uma delas, à medida que as realça no ecrã do telemóvel.

Para mostrar que o Natal pode (e deve) ser a altura do ano mais especial para todos os miúdos, a Huawei levou várias famílias com crianças surdas à Lapónia, a terra do Pai Natal. Foi também uma oportunidade para experimentarem, pela primeira vez, a StorySign.

A aplicação está disponível para download gratuito em todos os telemóveis com sistema operativo Android, através da Google Play Store. Existem dez idiomas de língua gestual diferentes: inglês, francês, alemão, italiano, espanhol, holandês, português, irlandês, flamengo belga e alemão-suíço. "Onde Está o Bolinha" é o único livro que, por enquanto, está disponível na StorySign.