Salvem o brincar!

02-06-2018

Da extinção...

O brincar está em vias de extinção!

Vive-se como se fosse uma actividade, cada vez mais, fugidia de fim-de-semana.

Vive-se cada vez menos com o corpo, com os outros e ao ar livre.

Vive-se como se fosse um adereço do crescimento e não tanto como a sua vitamina indispensável.

Quem não brinca não imagina e não pensa. E não junta aquilo que sente a tudo o que descobre. Quem não brinca não aprende. Não convive. E não sonha. E não costura histórias.

As crianças precisam do brincar como o seu mais precioso respirar.

Junte-se às crianças. Salve o brincar!

Autoria: Eduardo Sá | eduardosa.com