O seu filho vai mudar de escola… e agora?


A psicóloga clínica Inês Palácios escreveu um texto para o site Crescer, onde dá alguns conselhos para que a adaptação da criança à nova escola seja facilitada.  

As férias estão a terminar e setembro está a chegar. Aproximam-se mudanças. E agora?

Novos amigos, novas experiências, novas atividades, novas rotinas, fatores que podem ser geradores de stress, tanto para as crianças como para os pais.

O apoio emocional contribui para a adaptação, sabendo nós que as crianças têm uma capacidade extraordinária para se adaptarem a novas realidades, também é verdade que têm as suas inseguranças e medos e, por esse motivo devemos escutar para compreender quais as suas inquietações e transmitir-lhes segurança.

Deixo-vos alguns conselhos para facilitação da adaptação:

- Envolva a criança na compra do material escolar;

- As rotinas em casa deverão permanecer como até agora, pois são um porto seguro. A criança sabe com o que pode contar o que por sua vez é tranquilizante;

- Antes do início das aulas ir até à escola e, se possível, mostrar-lhe onde irá ter aulas, o refeitório e os espaços para brincar;

- Converse com os outros pais;

- Esclareça as suas dúvidas e receios com o(a) professor(a), coordenador(a) ou diretor(a);

- A rotina escolar também deve ser respeitada. Cumprir com pontualidade e assiduidade, para que a criança tenha o sentimento de pertença;

- Se exequível, na primeira semana vá buscar a criança mais cedo e posteriormente defina um horário;

- Ter interesse e questioná-la como foi o seu dia na escola, o que gostou e o que não gostou, o que aprendeu;

- Garantir à criança momentos dedicados à brincadeira e lazer.

Texto de: Inês Palácios - Psicóloga Clínica, Barco do Mimo - Cooperativa de Educação Integrada, CRL