O meu filho brinca com bonecas! Será normal?

09-05-2018

Chegámos da escola, já eram seis da tarde faltavam os banhos e o jantar, mas o Miguel tinha tanta vontade de brincar, que resolvi adiantar o jantar e disse-lhe que podia ir brincar um bocadinho.
A irmã foi com o pai à Natação, o Miguel este ano optou só pelo Taewkondo e nós concordámos. Por isso, à Terça-feira o Miguel vem comigo para casa e a irmã vai nadar com o pai.

Fui para a cozinha e o Miguel foi para o quarto. Distraí-me com o jantar e passado algum tempo, não sei precisar, mas passou meia hora, quarenta minutos e não ouvia o Miguel a fazer os seus "bum, beeehhhh...", só silêncio. 

Fui espreitar. Devagarinho, percorri o corredor e vi que a porta do quarto dele, que partilha com a irmã, estava encostada.

Estranhei e fiquei até um bocadinho preocupada: "Que estará ele a preparar desta vez?", pensei. Lembrei-me daquela vez em que queria voar: construiu umas asas e em cima do banco estava pronto para se atirar, ou da outra vez que queria construir umas escadas de lego e subi-las. Encostei-me à porta e abri-a ligeiramente, de modo a conseguir espreitar. Lá estava o Miguel, a embalar a Francisca, a boneca que a irmã brinca como se de um bebé se tratasse. E o Miguel embalava a Francisca, enrolada numa mantinha, fazia-lhe festinhas na testa e cantava uma canção de embalar, muito baixinho. Vi que à volta estava montada a cadeirinha das refeições da boneca Francisca e o carrinho de passear mesmo ao lado. Foi nesse dia que percebi que o Miguel brincava com bonecas!

A primeira sensação foi estranha, um misto de espanto com preocupação. "Será normal? Porque será que brinca com bonecas? É suposto os meninos brincarem com bonecas?"

Autoria: Rita Castanheira Alves - Psicóloga dos Miúdos [artigo completo]