Iogurte para bebé, sim ou não?

02-08-2018

Desde cedo revelamos uma preferência para o sabor doce, já que este é inato. Deste modo, ao adicionarmos açúcar aos alimentos, sabemos que o bebé vai aceitá-los melhor e comer com vontade. Mas quais as consequências?

A maior parte dos iogurtes para bebés têm açúcar entre a sua lista de ingredientes. Já grande parte dos iogurtes naturais - "iogurtes dos nossos, para adultos" - como muitas mamãs lhes chamam, só contêm leite e fermentos lácteos na sua composição.

Não parece um contra-senso? A falta de informação leva a que os papás confiem e até estejam dispostos a gastar mais uns trocos por um iogurte para bebé com uma carinha laroca e fofa na embalagem, que transmite segurança e confiança.
Acreditamos numa indústria consciente, que só quer o melhor para os nossos rebentos mas esquecemo-nos que por detrás da indústria existe uma gigantesca máquina de marketing, preocupada com os números e em satisfazer desde cedo os jovens consumidores, que ao docinho por norma não torcem o nariz.
Certo é que o açúcar aumenta significativamente o risco de no futuro o seu filho sofrer de doenças como diabetes, obesidade, entre outras e aparece muitas vezes disfarçado nos rótulos sob a forma de muitos outros nomes, tais como sacarose, maltodextrinas ou xarope de glicose.

Autoria: Sandra Santos - Papinhas da Xica [artigo completo]