Dicas para a criança não ter medo de ir ao dentista

01-10-2018

Para os adultos, ir ao dentista faz parte da rotina. Para uma criança, especialmente para as que nunca foram, pode ser encarado como algo assustador. A maior parte das vezes, o medo deve-se ao facto de não saberem o que vai acontecer na consulta. Cabe aos pais desmistificar os receios e tranquilizar as crianças para que estas não tenham medo de ir ao dentista. Deixamos aqui algumas dicas.

Seja um bom exemplo

Um bom exercício para a criança é levá-la da próxima vez que for fazer uma consulta de rotina. Deixe-a ver o que o médico dentista está a fazer e quando possível fale com ela durante todo o processo. Tenha uma atitude descontraída enquanto estiver a ser examinado(a) para mostrar à criança que não precisa de ter medo. Depois da consulta fale sobre como se sente bem e como os seus dentes ficaram mais limpos e bonitos.

Outra forma de servir como bom exemplo é escovar e usar o fio dentário todos os dias, deixando a criança assistir enquanto o faz e encorajando-a a fazer o mesmo.

Brincar ao faz de conta

Brincar "aos dentistas" pode ser uma boa forma de ajudar a criança a perceber o que acontece numa consulta a sério. Use uma cadeira ou um sofá para fazer de conta que é a cadeira do consultório e faça-se passar por dentista. Analise os dentes da criança, fale-lhe de raios-X e de como a escova de dentes deixa os dentes limpinhos e a brilhar. No final da "consulta" dê-lhe um autocolante. Pode ainda encorajar a criança a ser o dentista e a analisar os seus peluches e brinquedos. Desta forma a criança já estará mais preparada e não terá tanto medo de ir ao dentista.

Confortar e distrair

Antes da consulta pergunte ao médico dentista se o(a) seu(sua) filho(a) pode levar o seu peluche ou brinquedo favorito para lhe fazer companhia e para o acalmar e distrair durante a consulta. Fale com a criança e brincadeiras antes da consulta para que a criança se sinta feliz e descontraída. Às vezes um pouco de humor pode ajudar a transformar a situação mais familiar e relaxante, o que faz com que o consultório pareça menos assustador.

Confie no dentista

É normal que, mesmo depois de toda esta preparação, a criança possa ficar assustada e com medo de ir ao dentista. Mas lembre-se que os médicos dentistas estão habituados a lidar com crianças. Assim, o melhor é deixar-se guiar pelas indicações e conselhos que lhe forem dando ao longo da consulta.

Com a nossa Dra. Teresa Torres, pós graduada em Odontopediatria, temos a certeza que os seus filhos estarão em ótimas mãos e que ela fará de tudo para que a visita corra da melhor forma possível e sem percalços. Pronto para marcar consulta?

Autoria: apclinicadentaria.pt