Alerta meninos: O perigo dos calções de banho


Há um assunto pouco falado, que deve ser aqui abordado: o perigo dos calções de banho de menino com rede interior.

O Duarte tinha uns que eu adorava, usou-os no verão dos seus dois anos e no verão dos seus três anos.

A verdade é que quase sempre, à chegada da praia ou da piscina o Duarte queixava-se na altura de tirar os calções e a pilinha tinha sempre um aspeto macerado, mas eu punha as «culpas» no sal do mar ou no cloro da piscina. NUNCA me passou pela cabeça que o problema viesse mesmo dos calções de banho!

Num dia de verão em que estava a trabalhar na urgência pediátrica recebi um menino de cerca de seis anos que nem sequer conseguia andar. O problema dele: a pilinha estava «colada» na rede dos calções e um dos testículos tinha passado a rede e estava completamente «garrotado» dentro do buraquinho minúsculo da rede.

Desengane-se quem acha que é coisa fácil de resolver: não é! Dói que se farta e não se consegue simplesmente chegar ali e cortar - ou então as mães não precisavam levar as crianças à urgência!

Não faço ideia do mecanismo pelo qual isto acontece, mas na maior parte das vezes as crianças não se apercebem de nada até ao momento em que têm de tirar os calções. Tive a sorte de, no caso do Duarte, nunca ter passado de um desconforto.

Por isso, deixo aqui a chamada de atenção para as mães e pais de meninos: caso tenham calções de rede, optem por cortar a rede ou vestir umas cuecas por baixo do calção para evitar este tipo de complicações.

Bom verão e bons mergulhos!

Texto de Cátia Godinho do projeto A Nossa Mãe é Enfermeira