14 Dicas para desenvolver o raciocínio dos nossos filhos

18-11-2018

No final de cada "À conversa com..." é para mim muito importante ouvir o que os pais partilham, o que me vêm dizer e até sugerir... desta vez vários foram os que pediram para partilhar as dicas com que fechava a palestra. Por isso cá estão elas... em jeito de tópicos como lá as projeto... para as aprofundar nada como assistir a um À conversa com pais... 

1. Coloque uma caixa de lápis de cor e papel ou um livro na sua carteira em vez do tablet - desenvolva a criatividade, a imaginação e a paciência. 

2. Ouça-o e incentive-o a explicar a sua razão - é muito importante que dê opinião dele, estimula o raciocínio, a resolução de problemas. 

3. Desenvolva, no seu dia a dia, noções de grandeza, noções de posição, noções de direção e sentido, noções de tempo, noções de capacidade - noções de orientação espacial, noções 3D... 

4. Fale do futuro com ele... - preparar, organizar, prever. 

5. Faça-o perceber que hoje talvez não consiga mas que vai conseguir - acreditar que é capaz, que o erro faz parte, que a aprendizagem não é imediata. 

6. Orientação espacial - trabalhar esta competência no dia a dia, com mapas, com legos, perceber a cidade onde vive, as ruas, ... 

7. Trabalhe um discurso positivo realista - acreditar ser capaz, com esforço e dedicação mas acreditar que não temos todos de ser fantásticos em tudo. 

8. Não pensem por eles! Pensem com eles! Criem o hábito de eles terem de explicar o porquê e as consequências - opinião crítica, habituar a pensar por eles, criar autonomia. 

9. Ler, leia e incentive a ler -(estudo sobre a importância da leitura e a matemática) criatividade, imaginação, interpretação. 

10. Tenha regras (se entender que é melhor explique-as as vezes que forem necessárias faça-o cumprir regras, estruturar e decompor problemas complexos.

11. Mostre-lhe que o erro faz parte do crescimento dele. E do nosso também. A frustração é parte do crescimento - frustração, errar, tentar, falhar, é como aprender a andar de bicicleta.

12. Desenvolva nele persistência e paciência. 

13. Partilhem, entre todos, o que veem, vivem e sentem todos os dias. Fale com o seu filho numa linguagem que o desenvolva. - partilha sentimentos, gostos e dificuldades.  

14. Sejam pais otimistas e calmos. 

Se isto vai fazer falta na sala de aula de matemática? VAI! Nem imagina quanto! 

Autoria: Inês Cruz - inesferreiracruz.wixsite.com/blog