A importância de Ser Criança “para a vida toda”


Crescer é a palavra de ordem quando somos crianças. Crescer e aprender. Mas penso que a palavra de ordem deveria ser mesmo "Viver". Viver o presente, viver as experiências, viver as descobertas, viver as aprendizagens. Viver com a criança que fomos "para a vida toda". Viver para podermos ser no nosso futuro.  

Viver a infância para Ser adulto

Grande parte de nós, passamos a infância e a adolescência a ansiar por nos tornar adultos porque acreditamos que seríamos muito mais livres e muito mais tido em conta mas isso nem sempre acontece, para alguns até nunca aconteceu. Na verdade, muitos adultos dizem que "não viveram muito o seu tempo de criança". Por isso mesmo, penso ser importante neste dia da criança, não falar só da criança mas lembrar-lhe da importância de ser criança, de viver o seu presente: mostrar-lhe que esta é a verdadeira chave para que ela seja o adulto que quer ser!

Façamos de tudo para ensinar às nossas crianças de que o tempo também tem o seu tempo e que o sabor de uma vida mais feliz vem de sabermos aproveitar o momento presente com tudo a que temos direito, sem esquecermos dos nossos deveres. Saber viver com esta filosofia de vida, certamente lhes permitirá serem adultos mais presentes, mais ponderados e calmos pois reconhecerão o valor de saber esperar e de acreditar que, seja o que for, o amanhã será mais um dia de oportunidade.

Mostremos às crianças, as emoções como companheiros para a vida toda e com os quais teremos de aprender a lidar para sabermos tomar a melhor decisão, para sabermos comunicar da melhor forma e relacionarmos com aqueles que nos rodeiam.

Recordemos que as preocupações e os medos irão aparecer mas está nas nossas mãos saber pensar em como agir e em como superar cada desafio.

Ser Criança para a vida toda

Lembremos-lhe de tudo isto na infância, de que esta é a fase chave para o seu futuro feliz que tanto anseiam mas também que sejam crianças "para a vida toda". Pois é essa criança que lhes permitirá continuar a querer crescer, a explorar, a aprender a viver como pessoa feliz. Esta criança livre na sua criatividade, que aprendeu a cuidar das suas tarefas, que riu quando quis rir, chorou quando precisou chorar, fez traquinices quando decidiu que as queria fazer é a essência do adulto que será. E nada melhor na vida do que sabermos qual a nossa essência e de sentirmos que a vivemos em todos os nossos instantes.

Lembremos as crianças do valor de serem crianças "para a vida toda". E sejamos nós, crianças "para a vida toda"!