A Glândula Secreta

21-01-2019

Local: Black Box (Convento de São Francisco) | 25 e 26 de janeiro, 1 e 2 de fevereiro | sextas às 21h30, sábados às 16h00 | M/6 | Duração: 45 minutos  

A Clara e o Fernando não se conhecem.
O Fernando quer conhecer a Clara mas ela não quer conhecê-lo pois não gosta dele.
O Fernando insiste pois gosta dela, mas a Clara mostra ao Fernando que é um monstro.
Mesmo assim ele gosta disso e tenta aproximar-se. Ela não gosta.
Então o Fernando revela que tem um mapa secreto que indica onde fica a glândula que nos faz gostar dos outros. Ele acha que a Clara pode ter um problema aí, mas ela reclama que não. Decidem então descobrir onde fica a glândula da Clara, que estará algures dentro dela.

A Glândula Secreta tem por tema os sistemas que compõem os nossos corpos e cujo funcionamento articulado nos permite viver. Somos intrincados. Sustentamo-nos num corpo complexo e pouca atenção dispensamos a conhecer o modo como funcionamos. E isso é surpreendente pela enorme importância que damos ao facto de estarmos vivos.
Se por um lado existe uma fronteira bem demarcada entre um indivíduo e o que o rodeia, por outro existe uma extensa fronteira entre o indivíduo e o seu interior. Nós existimos aí, nesse espaço inter-fronteiriço. ?Há processos que ocorrem continuamente em nós durante esta tarefa permanente de nos mantermos vivos.
A Glândula Secreta procura aproximar as pessoas da estrutura e funcionamento dos seus corpos, aprofundando a sua perceção sobre o que somos e como somos. É uma peça transversal a todas as idades, mas com o público jovem como especial destinatário, tentando ir ao encontro das suas questões quando elas ardem com mais ímpeto.